Porto Alegre – O homem de 23 anos suspeito de matar a facadas o filho de sua companheira teve a prisão preventiva decretada pelo juiz Cristiano Vilhalba Flores. Já a mãe da criança, de 18 anos, teve a liberdade decretada. O menino tinha 3 anos de idade, completados na semana passada. O crime foi na terça-feira, 19.

Ambos haviam sido detidos em flagrante no mesmo dia, no bairro Vila Jardim. Segundo o juiz, há indícios de que o homem tenha cometido o crime em razão do depoimento das testemunhas, entre eles o da própria mãe da criança. Ela relatou as agressões sofridas pelo menino, como chutes e o espancamento por um facão.

O homem era foragido e cumpria pena após uma condenação por roubo. No caso da mãe, a Justiça entendeu que não havia provas suficientes para comprovar a participação dela no crime. Ela contou, no depoimento, que pensava em se separar do homem, que teria cometido também violência sexual contra ele, o que ainda deve ser comprovado.

Fonte: G1 RS