Charqueadas – O adolescente que promoveu um atentado na escola estadual Assis Chateaubriand, na Vila Piratini, segue sendo procurado pela Brigada Militar e pela Polícia Civil do município.

O menor teria 16 anos e estava vestindo moletom vermelho e calça cinza.

Em função do atentado, a Prefeitura decidiu suspender as aulas em todos os colégios do município nesta quarta-feira.

O vice-governador e secretário de Segurança do RS, delegado Ranolfo Vieira Júnior, acompanhado do secretário de Educação do Estado, estão na cidade para dar assistência à escola e para acompanhar as investigações.

O governado Eduardo Leite usou o twitter para falar sobre o caso. Ele disse que, após tomar conhecimento do caso, falou com o vice-governador para que acompanhasse o caso de perto, para dar apoio aos alunos e suas famílias e comunidade escolar.

O QUE ACONTECEU

Um adolescente de 16 anos invadiu a escola Assis Chateaubriand, na Vila Piratini, e agrediu uma professora e dois alunos nesta quarta-feira.

Conforme informações de testemunhas, o rapaz invadiu a escola com gasolina e uma machadinha, e ameaçava colocar fogo no local.

Contudo, após agredir as pessoas do recinto, fugiu. Os Bombeiros do município foram acionados e atenderam duas vítimas, ambas com lesões leves. Uma delas sofreu lesões nas costas e outra na mão.

A professora agredida foi socorrida por populares. Todas as três vítimas foram levadas ao hospital local.

A Brigada Militar do município realizar buscas para tentar deter o suspeito.