(Foto: Facebook/Maria do Rosário)

Porto Alegre – Após ter o carro roubado, no começo da tarde desta quinta-feira, a deputada federal Maria do Rosário (PT) se diz solidária as vítimas de violência.

“É lamentável que situações como essa sejam vivenciadas todos os dias por brasileiras e brasileiros. Num momento como esse mais uma vez nos solidarizamos com todas e todos que são vítimas de violência com perdas maiores ainda, como a vida”, diz a nota publicada pela assessoria da parlamentar.

A mesma nota confirma o roubo do carro da deputada, nas proximidades do Palácio Piratini, sede do governo gaúcho. Segundo a assessoria, o motorista/assessor da deputada foi surpreendido quando entrava no automóvel, um VW Tiguan branco, blindado, na Praça da Matriz. Ele foi levado pelos bandidos como refém.

A Polícia Civil diz que o assalto foi praticado por dois homens armados, na rua Duque de Caxias, no Centro, por volta das 13 horas. Os assaltantes mantiveram o motorista sob a mira de uma arma até a entrada da Vila Conceição, na Zona Leste da Capital, onde ele foi libertado.

“Todas as providências para garantir a saúde do assessor foram tomadas, bem como a Brigada Militar foi prontamente acionada e já está empenhada em localizar o veículo“, complementa a nota. O carro é avaliado em aproximadamente R$ 50 mil.

Maria do Rosário não estava com o assessor no momento do roubo.