Dois Irmãos/Taquara – Duas pessoas foram enganadas por um golpista enquanto tentavam negociar uma motoneta anunciada em um site de compra e venda. As vítimas do golpe são dois homens. Um deles é morador de Dois Irmãos (que vendia a moto) e outro de Taquara (que tentava fazer a compra). O segundo teve prejuízo de R$ 3 mil. O golpe só foi percebido pelos dois na segunda-feira, dia 11, pouco antes de ocorrer a finalização da compra e venda. Já a ocorrência foi registrada por eles na terça-feira, dia 12, na Polícia Civil de Dois Irmãos.

Conforme registro de ocorrência, o morador de Dois Irmãos anunciou a motoneta no site OLX. O golpista, que se apresentou como Gilberto, concordou em pagar o valor de R$ 8.700, o qual a dono da moto estava pedindo. Ele contou que compraria a motoneta para pagar uma dívida trabalhista de um funcionário e já passou a usar o nome da segunda vítima, que é o morador de Taquara.

Após a primeira negociação, já com todos os dados da motoneta, o golpista a colocou à venda no mesmo site, porém, por um valor muito inferior: R$ 5.500. Foi quando a vítima de Taquara se interessou e entrou em contato. Para ela, o golpista falou que receberia a motoneta como forma de pagamento da dívida de um primo. O negócio foi fechado em R$ 5 mil. A vítima pagou à vista, em dois depósitos, em contas diferentes: um de R$ 2 mil e outro de R$ 3 mil. “Ele usou a foto da moto do morador de Dois Irmãos para atrair o comprador de Taquara. Ele intermediou uma compra e venda mentindo para as duas vítimas”, contou o policial.

DESCOBRIRAM – O golpe só foi descoberto no dia em que as duas vítimas se encontraram, pouco antes de finalizar a negociação e documentação. O morador de Dois Irmãos chegou a mostrar a moto para a vítima de Taquara, que gostou da moto e confirmou que faria a compra. O morador de Dois Irmãos só percebeu o golpe quando viu os comprovantes de depósito. “Os comprovantes foram enviados pelo golpista. A vítima de Taquara fez os dois depósitos como solicitados, para duas contas diferentes e acreditava que estava tudo certo. Porém, os extratos encaminhados pelo golpista para o morador de Dois Irmãos eram falsos e ele percebeu”. Foi quando o dono da moto e a vítima de Taquara conversaram melhor e perceberam que a pessoa que estava intermediando a negociação era um estelionatário. O morador de Taquara tentou cancelar os depósitos, porém, só conseguir retirar R$ 2 mil dos R$ 5 mil depositados. O segundo depósito já tinha sido sacado pelo golpista, em uma agência do Mato Grosso.