Iniciativa é da vereadora Rafaella Lima, que também farmacêutica (Créditos: Felipe Faleiro)

Ivoti – A última sessão antes do recesso dos vereadores contou com três proposições da vereadora Rafaella Lima (PSD). Os projetos são voltados para a área da saúde. A primeira visa proibir a venda de medicamentos em mercados, supermercados, bares, empórios, armazéns e afins.

Na justificativa, ela apresenta que há risco no uso indevido de remédios. “Mesmo os medicamentos sem prescrição, não devem estar à disposição em estabelecimentos que não sejam da área da saúde. Esses isentos de prescrição não são isentos de risco”, informa o projeto.

VÍDEO: estrutura do 27º Kerb in Ivoti começa a ganhar forma

O segundo trata sobre a realização de uma semana especial para falar sobre o uso racional de medicamentos. O terceiro trata sobre as prescrições médicas, que na visão da vereadora, devem ser digitalizadas ou datilografadas para que os pacientes entendam o que foi escrito.