Montenegro – A Polícia Civil instaurou inquérito policial para apurar a pancadaria envolvendo torcedores do Grêmio em um restaurante às margens da BR 386, em Montenegro, na noite do último domingo.

Conforme o delegado André Lorbiecki Roese, as investigações já estão bem avançadas e podem resultar em desdobramento já nos próximos dias. “Instauramos o inquérito por tentativa de homicídio, mas não posso falar muito para não atrapalhar nosso trabalho”, explicou.

Conforme o delegado, os autores do ato de selvageria e as vítimas do ataque são moradores do município de Santa Maria, que fica a 255 quilômetros de distância do local do fato.

Os grupos que se envolveram na briga são de duas torcidas organizadas do Grêmio.

RELEMBRE O CASO

Uma briga entre torcedores do Grêmio registrou cenas fortes, de uma agressão brutal, na noite do último domingo (1º), após a vitória tricolor sobre o São Paulo.

No vídeo, durante troca de pedradas entre os torcedores, dois deles partem para cima da vítima, que cai no chão. Um deles pisoteia por várias vezes a cabeça do homem. A vítima ficou ferida e, segundo relato do restaurante em que o caso aconteceu, a SAMU chegou após cerca de duas horas do ocorrido

O homem foi atendido, mas não quis ir ao hospital e permaneceu no local esperando outro ônibus para ir embora. Segundo a Polícia Civil, nenhum Boletim de Ocorrências foi registrado na Delegacia do município.

Relatos de testemunhas dão conta de que o desentendimento entre os torcedores, membros de duas torcidas organizadas do Grêmio, teria começado ainda na Arena. Os envolvidos acabaram se reencontrando em frente ao restaurante, dando início a confusão.

De acordo com o restaurante, houve danos em uma porta e vidros foram quebrados, mas nenhum cliente ou ou funcionário se feriu, apenas os membros das torcidas envolvidas na briga. O local ficará aberto durante toda a noite para conserto dos estragos causados.