Conecte-se conosco

Estado - País - Mundo

Regina Duarte deixa o comando da Secretaria Especial da Cultura

20/05/2020 - 10h19min

Atualizada em 20/05/2020 - 10h21min

Regina havia assumido gestão da Cultura em março (Créditos: Carolina Antunes/PR)

Brasília – A atriz Regina Duarte deixou, nesta quarta-feira, 20, a Secretaria Especial da Cultura, para assumir, nos próximos dias, a Cinemateca Brasileira, em São Paulo. Um vídeo publicado na conta oficial do presidente Jair Bolsonaro mostra uma conversa entre os dois. “Sinto muita falta dos meus netos, dos meus filhos”, disse Regina, sinalizando que teria deixado a Cultura por razões pessoais.

Regina havia assumido o cargo em 4 de março, portanto ficou pouco mais de dois meses no cargo. “Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias”, escreveu Bolsonaro no Twitter, nesta manhã.

Veículos de imprensa do centro do país afirmam que a saída dela era um desejo da chamada “ala ideológica” do governo. A gestão dela foi marcada por polêmicas, como a renomeação, no começo deste mês, de Dante Mantovani como presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte).

Dante havia sido exonerado pela própria Regina no primeiro dia dela à frente da Cultura. Jornais apontam que ela “não teria entendido” a recondução dele ao cargo, e nem que havia sido consultada em relação ao assunto. A secretaria de Cultura é subordinada ao Ministério do Turismo.

Com informações do G1

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *