Conecte-se conosco

Notícias

Sindicatos perderam 1,5 milhão de associados em 2018, afirma IBGE

18/12/2019 - 11h43min

Brasília – A sindicalização teve em 2018 o menor índice registrado desde 2012. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) sobre mercado de trabalho, divulgados pelo IBGE nesta quarta, 18, das 92,3 milhões de ocupados, 11,5 milhões, ou 12,5%, estavam associadas a algum sindicato.

A maior associação foi entre trabalhadores do setor público (25,7%), seguido pela iniciativa privada com carteira assinada (16%). Mesmo com o aumento de 1,3 milhão de pessoas ocupadas, os sindicatos perderam, no período, 1,5 milhão de associados. Nos seis anos analisados, a queda foi de quase 2,9 milhões de pessoas.

A liderança na sindicalização está com o Norte e Centro-Oeste. Já o Nordeste tem o maior percentual do país, com 14,1% da população ocupada sindicalizada. A queda de 2018 fez com que todas as atividades da economia atingissem o menor patamar de sindicalização da série histórica.

Os setores em que a sindicalização é mais elevada são administração pública, defesa e seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (22%). A diminuição foi registrada entre todos os níveis de escolaridade. As taxas de população ocupada sindicalizada chegaram, em 2018, a 10,4% no Fundamental incompleto, 8,1% no Fundamental completo, 11,5% no Médio completo e 20,3% no Superior completo.

Fonte: Agência Brasil