Conecte-se conosco

Bem Estar

Sensibilidade nos dentes atinge mais de 50% da população

29/01/2020 - 15h11min

Por dr. Rafael Dossena, dentista

A sensibilidade dentária é uma queixa que vem se tornando cada vez mais comum nos consultórios odontológicos. Hipersensibilidade dentinária, ou sensibilidade nos dentes, é um problema que atinge mais de 50% da população e a maioria das pessoas que apresenta essa condição tem entre 20 e 50 anos de idade.

A sensibilidade se desenvolve ao longo do tempo devido a problemas comuns, como retração gengival causada pela escovação com muita força e o desgaste do esmalte dentário. Um dos principais fatores que ocasionam esse problema, é o consumo de alimentos ácidos, como refrigerantes, frutas cítricas, vinagre, entre outros. O que acontece é que em médio e longo prazo, a ingestão desses alimentos pode levar ao desgaste do esmalte, expondo assim a dentina e consequentemente o surgimento da sensibilidade.

A falta ou a má qualidade da higiene oral causa o surgimento da placa bacteriana, que é um dos responsável pela retração gengival, aumentando assim a sensibilidade dentária.
O bruxismo, hábito de apertar e ranger os dentes, também provoca desgaste e perda do esmalte.
A sensibilidade surge quando ocorre o desgaste do esmalte (estrutura mais externa do dente) e a parte mais interna chamada dentina (estrutura localizada logo abaixo do esmalte) fica exposta, podendo ou não estar associado com a retração gengival.

Tratamento

Existem diferentes formas para tratar a sensibilidade dentária. A escolha do tratamento é feita levando-se em consideração a intensidade do problema e a saúde bucal do paciente. As formas podem variar desde cirurgias da gengiva para recobrir a raiz dentária, aplicações de agentes dessensibilizadores, restaurações dentárias, laser de baixa potência. Existem os cremes dentais especiais para a sensibilidade, eles têm propriedades específicas, que fecham os túbulos abertos da dentina e proporcionam o alívio da dor. Mas, atenção, não adianta tratar a sensibilidade nos dentes e continuar com os mesmos hábitos, pois podem até agravar o problema.

Para prevenir a sensibilidade nos dentes você pode usar escovas dentárias com cerdas macias, escovar os dentes e gengivas fazendo círculos e sem aplicar força excessiva na região, evitar o consumo de alimentos muito ácidos, como os refrigerantes, usar creme dental especialmente formulado para ajudar a sensibilidade dentária, ou creme dental com alta concentração de flúor (dado pelo dentista) para ajudar a fortalecer a superfície do dente, tratar problemas como o bruxismo, e fazer consultas periódicas ao dentista.

Conteúdo EXCLUSIVO para assinantes

Faça sua assinatura digital e tenha acesso ilimitado ao site.