Conecte-se conosco

Coluna Nova Petrópolis

Vereadores levam “bolo” duas vezes da Corsan

06/05/2020 - 10h29min

Pela segunda semana seguida, os vereadores levaram um “bolo” do gerente da Corsan, Sadi Zimmermann. Ele já era esperado na sessão do dia 27 de abril, quando alegou “recomendações médicas” para não ir e propôs o envio dos esclarecimentos por escrito. Os vereadores resolveram não enviar as perguntas, apostando que Sadi viria na semana seguinte. Houve nova falta e os beiços dos vereadores puderam ser vistos até pelo YouTube. As pessoas estão revoltadas e preocupadas com a situação do abastecimento de água e cabe aos vereadores ir em busca das soluções. Sadi já esteve na Câmara muitas vezes e realmente poderia haver um motivo de saúde na sua primeira ausência. Mas a segunda indica que ele realmente não está a fim.

TRANSPARÊNCIA
O máximo que Sadi poderia fazer diante dos vereadores é lhes oferecer a tal transparência que eles querem de parte da Corsan. Na verdade, seria chover no molhado (só no sentido figurado), pois “até as azaleias da avenida sabem” que o problema todo está na infraestrutura deficiente e na falta de investimentos.

DEPOIS DAS CHUVAS
O foco dos vereadores, bem como dos políticos que integram o Poder Executivo, tem que ser outro. É cobrar os gestores da Corsan lá em Porto Alegre, inclusive o governador Eduardo Leite, do PSDB, se for necessário. É lá nos gabinetes que as obras e demais investimentos são autorizados. Que sejam feitas essas cobranças de uma vez por todas. Mas agora não adianta. Agora todos os esforços e recursos da Corsan estão voltadas ao abastecimento emergencial, como não poderia deixar de ser. Mas vamos ver o que acontece depois que voltar a chover normalmente…

OFÍCIO DE PARABÉNS
No final de fevereiro, a Câmara de Vereadores cogitou o envio de um ofício à Corsan, dando-lhe os parabéns por não ter deixado faltar água na cidade durante a crise da estiagem naquele mês. Foi escrito aqui na coluna que seria melhor os vereadores esperarem até o mês de maio para enviar o tal ofício. Tomara que não tenham se precipitado…

POR QUE MAIO?
Sugeri que esperassem até maio porque no dia 10 de fevereiro o gerente da Corsan esteve na Câmara e anunciou investimentos que totalizariam R$ 25 milhões. O mais importante deles seria uma adutora para levar água de São José do Caí (dos dois poços e do rio) para o centro. A obra iniciaria em dois meses, se a Corsan cumprisse o que promete.

É SÓ TRABALHAR
A adutora passará pela antiga rua São José do Caí, que será reaberta pela Prefeitura. Ou seja, ali a Corsan ainda não consegue trabalhar. Mas, como Oraci de Freitas (PP) lembrou muito bem, a parte que precisa ser reaberta tem só 1,5 quilômetro. Nos demais trechos da adutora o trabalho da Corsan já poderia ter começado. “É só trabalhar”.

A PALAVRA PROIBIDA
De acordo com a Associação de Moradores, no bairro Pousada da Neve a situação do abastecimento é ainda pior. Um ofício foi enviado à Câmara pedindo providências junto à Corsan. A resposta esperada pelos moradores está proibida de ter a palavra “estiagem”, pois segundo eles, nem em épocas de chuva normal a coisa funciona bem.

Por Francis Jonas Limberger
[email protected]
WhatsApp: (51) 99888-1830

LEIA OUTRAS COLUNAS RECENTES DE NOVA PETRÓPOLIS

A decisão de Nova Petrópolis de retomar o turismo

O aumento de 141 reais no vale-alimentação para o funcionalismo de Nova Petrópolis

Gastar com um ambulatório de campanha ou não gastar, eis a questão