Hospital Getúlio Vargas nos anos 1950

O Hospital Dom Pedro de Estância Velha foi criado em 25 de agosto de 1939, através de um consórcio formado por 11 estancienses: Carlos Antonio Bender, Balduino Weber, Reynaldo Leuck, Rudoldo Haensel, Albino Cassel Sobrinho, Jacob Guilherme Dienstmann, Edwino Leuck, Arthur Konrath, Carlos J. N. Müller, Carlos Adolfo Sauer, Edwino Moog.

Contam os registros históricos que a vinda do primeiro médico motivou a criação do Hospital – A vinda do primeiro médico residente em Estância Velha, Dr. Walter Bouscher, motivou a criação do Hospital.

Bouscher instalou-se aqui em 1936, e antes da criação da Hospital as cirurgias e baixas médicas eram realizadas na casa da parteira Carolina Finkler, localizada na rua Portão, no Centro.

Com a saída do Dr. Bouscher veio para Estância Velha o Dr. Paulo Becker, seguido do Dr. Henrique Merten, que permaneceu conosco até seu falecimento nos anos 1960. Após teve início uma nova geração de médicos, como o Dr. Carlos Appel, Dr. Egon Henning, Dr. Egon Pedro Pilger, Dr. João Osório dos Reis, Dr. Aldir Knackfuss, Dr. Reomar Frank, Dr. Carlos Roberto Ulrich, e outros.

Casa para médico

Carlos Antonio Bender e sua esposa, Bertha Bender, construíram ao lado de sua residência, uma casa que serviu de residência para o primeiro médico. Dona Bertha Bender foi a idealizadora e principal articuladora na criação do Hospital Dom Pedro de Estância Velha

OASE

Apesar de contribuir com doações para o Hospital desde a sua criação e auxiliar na sua administração desde 1947, foi apenas a partir de 1949 que ele passou a pertencer oficialmente à Sociedade Auxílio Feminino (SAF), atual Ordem Auxiliadora das Senhoras Evangélicas (OASE), da Comunidade Evangélica Apóstolo Paulo, de Estância Velha. Com esta transferência ocorreu a introdução das irmãs da Matriz da Irmandande Evangélica de São Leopoldo, para o serviço do Hospital.

Apesar de instalado em 1939, o Hospital Dom Pedro foi inaugurado apenas em 1941, e permanece no mesmo local, na atual rua Adolfo Mattes.

Hospital Municipal Getúlio Vargas

Com o passar dos anos surgiram problemas financeiros e na busca de soluções apareceu, em 1963, a proposta do então prefeito, Victor Kurt Schuck, referente à compra do Hospital Dom Pedro pela Prefeitura Municipal. Apesar de escriturado somente em 3 de dezembro de 1964, já no governo do prefeito Ernesto Erich Dietrich, a negociação foi efetivada antes de março do mesmo ano. A verba para aquisição veio do Governo Federal, conseguida por intermédio do Dr. Victor Kurt Schuck, em tratativas com o presidente da República, João Goulart, o Jango, antes dele ser destituído da Presidência, por ocasião do Golpe de 1964.
Desde então o Hospital Dom Pedro de Estância Velha passou a funcionar sob a denominação de Hospital Municipal Getúlio Vargas.

Hospital Getúlio Vargas hoje