Pré-fabricadas podem ser em madeira ou alvenaria

Ainda que no Brasil a compra por casas pré-fabricadas não seja tão comum quanto em outros países, algumas regiões, como o Sul, já contam com a tradição de morar neste tipo de construção simples, mas muito aconchegante para reunir famílias grandes ou pequenas.

Construída por meio de módulos pré-fabricados, estas habitações têm a grande vantagem de serem finalizadas mais rapidamente, demandar menores custos de mão de obra e ainda serem encontradas em uma grande variedade de estilos e tamanhos, com ou sem área, varanda e garagem.

E o melhor é que a construção no método pré-fabricado pode ser tanto em madeira quanto em alvenaria. “No caso da alvenaria, com placas de concreto ou chapas comentícias, já a madeira, com lambri do tipo encaixe macho-fêmea”, explica Jorge Inácio Miguel, da Casa Chick.

Ele aconselha a quem pretende construir uma pré-fabricada, inicialmente consultar o histórico da empresa a ser contratada: se tem fábrica própria, sede física, obras em andamento e ja construídas, fazer um comparativo preço/qualidade, ver se o preço na média do mercado está compatível ao que é praticado. Hoje em dia, com tanto desmatamento ilegal, a madeira de lei tem sofrido um controle mais rigoroso, elevando seu custo. Com isso, o eucalipto, pelo fato de ser oriundo de reflorestamento, tem sido a solução pra quem quer uma casa com baixo custo e boa resistência as intempéries.

Documentos

Antes de iniciar a obra, é imprescindível estar com a documentação em mãos, sendo necessária RG, CPF, comprovante de residência e o do local da obra, bem como liberação junto a Prefeitura, com Alvará para construção.

Segundo Jorge, os financiamentos disponíveis são via banco; Caixa Federal, através do Construcard, Sicredi e Banco do Brasil, através da modalidade para material de construção, BNDES, Consignado para aposentados e pensionistas do INSS, ou Cartão de Crédito.

É possível mesclar madeira e alvenaria na construção

Economia pode chegar a 40%

Jairo de Almeida, da Sua casa Construções, cita que as casas de madeira costumam ser mais em conta cerca 40% em comparação a casa de alvenaria. Mas, dependendo da qualidade da madeira, aberturas, telhado, etc., pode se igualar a alvenaria. “ O custo benefício se dá por ser uma construção mais rápida, custando menos”, explica.

Em todas as construções é analisado o terreno para execução segura, de acordo com as descrições do projeto, com acompanhamento do engenheiro. Tanto para uma quanto para outra, é necessário seguir o projeto e as descrições de acordo com cada município, como os recuos e projetos hidro sanitário. “ É sempre executado o projeto com aprovação na prefeitura”, observa.

O prazo de entrega varia de acordo com o clima favorável, tamanho da obra a ser executado e a fundação exigida no projeto, para obras de pequeno porte em média 60 dias.

Projetos aliam beleza e aconchego