Não falta trabalho em Nova Petrópolis; que bom!

TRABALHO I

Ontem, feriado nacional do Dia do Trabalho, não teve circulação do Diário. Mas creio que ainda caiba mencionar hoje um fato que julgo muito importante quando o assunto é trabalho em nossa cidade. Salvo em situações muito específicas, ele não nos tem faltado aqui em Nova Petrópolis. Somos agraciados com este privilégio, que é o caminho para a dignidade da pessoa e para o desenvolvimento do todo.

TRABALHO II

Dias atrás saiu no Diário uma reportagem com os números do mercado de trabalho na região. Eles eram referentes ao mês de março, que teve resultado negativo em Nova Petrópolis (menos 12 vagas). Mas no ano de 2019 (até março) o saldo é positivo: mais 54. O setor local que mais abriu vagas no primeiro trimestre é a indústria, com 59 de saldo.

TRABALHO III

Achei muito bem escolhida a foto principal da capa do Diário de terça-feira. Sei que às vezes podem existir reclamações, como em todas as profissões, mas os entregadores de jornal fazem um trabalho muito difícil, principalmente agora que se aproximam os meses mais frios.

PARABÉNS

Falando em trabalhar, foi isso que efetivamente fez o presidente da Câmara, vereador Daniel. É sabido por todos que existe um impasse entre a Prefeitura e a Oase acerca de uma mudança na forma como são feitos os convênios com o Hospital Nova Petrópolis. O projeto de lei que trata dessa mudança está na Câmara desde outubro e já foram várias as tratativas dos vereadores no sentido de promover um acordo entre as partes, para daí aprovar o projeto. Este acordo está difícil. Depois da mais recente tentativa, de novo sem conseguir avançar, Daniel deu o ultimato: tentará só mais uma vez. Se não houver o acordo, o projeto será colocado em votação e cada vereador terá que fazer valer a prerrogativa de saber o que é o melhor. O próprio presidente avisou que, precisando desempatar, ele o fará sem qualquer dificuldade. Não estou entrando no mérito do impasse, mas este é o tipo de atitude que se espera de um líder do Poder Legislativo.

CAMINHOS DE CARAVAGGIO

Quem está se perguntando o que são as setas azuis e amarelas nos cruzamentos do interior tem a resposta no turismo. Trata-se do roteiro Caminhos de Caravaggio (ligando os santuários de Farroupilha e Canela e passando ainda por Gramado, Nova Petrópolis e Caxias do Sul). O lançamento acontecerá na tarde deste sábado, 4, no Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, em Farroupilha. A proposta é que os caminhantes ou ciclistas percorram o trajeto de quase 200 quilômetros, ou parte dele, movimentando assim os estabelecimentos situados no caminho, em especial a hotelaria e o setor gastronômico, mas também os atrativos turísticos de um modo geral. Em Nova Petrópolis, o trajeto iniciará na ponte do Pedancino, passando por Linha Brasil, Nove Colônias, Linha Imperial (via Morro da Fome), estrada do CTG, bairro Piá (via rua da Olaria), Linha Pirajá Alta e Baixa e São José do Caí, terminando na ponte da BR-116. Não conheço o trajeto completo do roteiro, mas seria capaz de apostar que a parte de Nova Petrópolis é a que melhor supre as demandas de alimentação e hospedagem nos 200 quilômetros. Se o Caminhos de Caravaggio der certo, e tudo indica que vai, Nova Petrópolis será muito beneficiada.