Conecte-se conosco

Destaques

DIÁRIO RURAL: atentos ao vírus, produtores precisam continuar a trabalhar em Herval

Jair está preparando todas as encomendas em casa, saindo somente para o essencial (Créd. Arquivo pessoal)

Santa Maria do Herval – A Feira do Produtor de Santa Maria do Herval surgiu com o objetivo de incrementar a economia local, dando espaço para os produtores do município que desde julho de 2019 passaram a contar com mais uma opção para alavancar as suas vendas.

Além disso, moradores começaram a ter um ponto de referência onde, a cada sábado de manhã, passaram a comprar suas frutas, verduras, hortaliças, pães e cucas fresquinhos, embutidos, artesanato, lanches e chope. E o detalhe mais importante: tudo produto local, oriundo do trabalho dos hervalenses, que conta, até o momento, com seis expositores.

Tudo parado

Mas, com o avanço da pandemia de coronavírus, a Feira do Produtor teve que ser suspensa no último final de semana e sem previsão de quando as atividades no Pavilhão serão retomadas. Mesmo assim os trabalhos não podem parar. Seguindo todos os protocolos de prevenção, os produtores seguem em frente para não deixar faltar alimento na mesa das famílias.

Fazendo somente o necessário

Em Alto Padre Eterno, na divisa com Gramado, seu Jair Brocker ainda mantém o trabalho na Brocker Embutidos, na qual trabalham ele, seu filho e seu irmão. “É um momento de muitos cuidados, tanto na parte de produção como na parte de vendas. Estamos fazendo somente o necessário para atender os mercados do município, saindo o mínimo possível de casa”, disse Jair, ressaltando que a venda caiu praticamente 50% deste o surgimento do vírus. “Porém é de entender, pois as pessoas estão dando prioridade para os produtos essências. E como não estamos fazendo a feira, acaba que muitos não conseguem comprar diretamente da gente”, contou.

* Santa Maria do Herval tem novo caso suspeito de coronavírus

A empresa familiar de embutidos já está em Santa Maria do Herval há cerca de oito anos. Ele falou com a reportagem através do WhatsApp, justamente para evitar contato desnecessário. Da mesma forma, é através do aplicativo que muitas encomendas estão sendo feitas. Nesses anos de empresa, Jair conta que já passaram por muitos momentos difíceis, mas nunca imaginaram passar por algo assim. “De uma dimensão tão grande acho que ninguém esperava. Mas com fé, esperança e a ajuda de todos vamos vencer mais essa batalha”, conta, ressaltando que “agora o mais importante é a saúde e o bem-estar de todos, para que possamos voltar à rotina o mais rápido possível”.

Ele destaca que a Feira é muito importante. “É lá que divulgamos os nossos produtos, tanto para o povo hervalense como para quem passa por lá. A feira representa um laço de amizade e união entre os expositores, pois todos sabem como foi difícil começar esse projeto, graças ao empenho da prefeita e de todos os envolvidos conseguiram mais essa oportunidade para que os pequenos produtores possam divulgar seus produtos”, concluiu. As encomendas de embutidos podem ser feitas através do 054 99603-9366 ou 054 9957-2887.

Tecnologia e cuidados

Já em Padre Eterno Ilges está localizada a Kasper Frutas, Verduras e Legumes, que também tem participação importante na Feira do Produtor todo sábado. Os proprietários Aljemiro e Anelise Kasper destacam a importância da Feira, ressaltando que ela possui uma parcela importante nas vendas mensais. “A Feira não tem um ano ainda e, agora, é uma pena que tudo tenha que parar, justamente quando as pessoas estavam começando a criar o hábito de ir na feira comprar suas coisas”, disse Aljemiro.

Aljemiro na Feira do Produtor antes da pandemia de coronavírus (FOTO: Pag. Santa Maria do Herval-RS “Teewald”)

Mesmo com a Feira suspensa, eles ainda continuam trabalhando, atendendo às pessoas através do WhatsApp 051 99170-7259. “Os clientes encomendam pelo aplicativo, preparamos e levamos para eles, e alguns pagamentos ocorrem através de aplicativo também”, disse Anelise, informando que todos os cuidados como uso de máscaras, luvas e álcool em gel estão sendo adotados, para que os riscos de contágio sejam minimizados ao máximo. “Temos que cuidar, pois só assim tudo voltará ao normal”, disse ela.

Além da Feira do Produtor, a família também faz varejos para outros municípios, como Dois Irmãos e Nova Hartz, atendendo parte do Herval. Aljemiro conta que essas vendas, de casa em casa, estão se mantendo estáveis, com os cuidados mencionados pela esposa. Mas, considerando que a família também atende as escolas de educação infantil e, também, algumas escolas estaduais, teve uma queda significativa, já que as escolas cancelaram todas as aulas.

* Grupo Herval costura aventais e materiais para profissionais da linha de frente do coronavírus

Vendas paradas e eventos cancelados

O jovem empreendedor Jonathan Arthur Seger de 30 anos, que vende o chope Wig’s Craft Beer na feira, destaca que já sente a queda nas vendas. “Principalmente no meu setor, pois todos os eventos desde a semana passada foram cancelados. Também foram canceladas as entregas de chope em residências com festas familiares e entre amigos que estavam programadas para o fim de semana, da mesma forma como restaurantes e bares onde tenho venda fixa, e que fecharam”, disse ele, destacando que “nesse período complicado em que estamos passando, vai ser um desafio complicado para conseguir dar a volta”.

Alguns dos produtos de Jonathan vendidos na Feira (FOTO: arq. pessoal)

Ele conta que momentaneamente a produção está parada, tendo ainda muito produto em estoque e que está vendendo pelo WhatsApp 051 9988-4576. “Temos produto pronto em barris, growlers, garrafas e latas. E também tanques com cerveja pronta para ser baixada para barris para consumo”, disse ele, que possui as variedades growlers 2L de Pilsen e APA, Garrafa 0,5L de APA e Lata (473ml) de Pilsen.

*A reportagem também buscou contato com os demais participantes da Feira do Produtor, mas não conseguiu retorno. Todas as entrevistas foram feitas via telefone, para evitar a proliferação do Covid-19.