Conecte-se conosco

Destaques

“Fui tratado como um cachorro”, diz funcionário da Prefeitura de Nova Petrópolis ferido em trabalho

Maicon levará ao menos quatro meses para se recuperar (Créd.: Dário Gonçalves)

Nova Petrópolis – Maicon Rafael Lapschis, de 33 anos, sofreu um acidente de trabalho na terça-feira, 18. Ele teve sua perna perfurada por um dos dentes de uma carregadeira, perdeu parte do osso e correu risco de amputação e até mesmo de morte. Após passar por cirurgia em Gramado, Maicon se recupera em casa.

O funcionário procurou a reportagem do Diário e falou como o acidente aconteceu. Segundo ele, a carregadeira estava com o sistema de freio de emergência estragado e, por isso, não funcionou quando o operador precisou parar. Contou ainda que o defeito existe desde dezembro de 2019 e que esse problema era de conhecimento dos responsáveis.

Maicon precisou receber morfina para aguentar a dor (Créd.: Divulgação)

Cumprindo ordens

Maicon disse que estava cumprindo ordens de seu chefe e foi até a pilha de pedras para fazer o carregamento até a concha da carregadeira. Após colocar a primeira pedra, se virou para pegar a segunda e neste momento sentiu seu tornozelo sendo prensado pelo dente da máquina. “Gritei com força ‘Para, para! Tu vai quebrar minha perna’”, contou.

“Fui tratado igual cachorro, sem valor”

Neste momento, segundo ele, a carregadeira avançou ainda mais sobre ele. “Senti minha perna furada e sangrando muito. Comecei a gritar com força, ele demorou um pouco para afastar a concha da carregadeira de mim, mas o fato que tinha me deixado pensativo foi: por que ele não parou ela logo quando gritei pela primeira vez?”.

Se não fosse a bota, Maicon poderia ter perdido a perna (Créd.: Reprodução)

LEIA REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO IMPRESSA DO DIÁRIO DESTA QUARTA-FEIRA