Incêndio na boate Kiss aconteceu em 2013, em Santa Maria (Créditos: Tatiana Lopes)

Brasília – De 2013 a 2019, muitos anos se passaram. Mas, a madrugada do dia 27 de janeiro de 2013, nunca será esquecida. Foi neste dia que houve o incêndio na boate Kiss, em Santa Maria. Foram 242 mortes e 680 feridos.

De lá para cá, muita coisa aconteceu. A tragédia voltou à tona nesta terça-feira. Hoje, a 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) julgou e defniu que os acusados vão à júri popular. O pedido era do Ministério Público e da Associação de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM).

Os réus em questão são os sócios da boate, Elisandro Spohr e Mauro Hoffmann, e Marcelo Santos e Luciano Bonilha, integrantes da banda que tocava na noite do incêndio. Atualmente, todos respondem o processo em liberdade e negam o conhecimento dos riscos.

*notícia atualizada às 17h20