(Créditos: Felipe Faleiro)

Novo Hamburgo – O proprietário do terreno especulado para receber uma megaloja da Havan no município negou, com exclusividade à reportagem do Diário, que a empresa catarinense vá se estabelecer no local. Segundo ele, foi realizado um contato há cerca de um ano com representantes da Havan.

“Me ligaram o dia todo. Já avisei que não tem nada”, afirmou o proprietário do terreno, que fica no bairro Vila Rosa, uma área predominantemente residencial. No terreno ventilado, funcionava uma fábrica de papelão, fechada há anos.

A equipe do jornal O Diário e conversou com o proprietário do terreno. Luciano Hang, dono da Havan, confirmou ontem em entrevista exclusiva ao Jornal O Diário que Novo Hamburgo receberá uma megaloja da empresa.

Mais cedo, o próprio diretor de expansão da empresa, Nilton Hang, disse que a construção seria junto a uma rodovia.