O corpo foi encontrado pela amiga com quem dividia apartamento, por volta das 11h. ((foto: Paulo Rossi/Diário Popular/Divulgação)

Pelotas – Uma mulher identificada como Fernanda dos Anjos Cardoso, de 27 anos, foi assassinada no sábado, 15. O corpo foi encontrado pela amiga com quem dividia apartamento, por volta das 11h. Fernanda estava com um saco plástico na cabeça e mais de 50 facadas na região das costas e na nuca. A faca não foi encontrada. A Polícia Civil já possui linha de investigação, mas prefere não revelar, para não atrapalhar nas apurações.

Peñarol estreia com vitória na Segundona de Morro Reuter

“Estamos trabalhando para descobrir quais os motivos e qual o autor ou autores do crime”, destaca o delegado de plantão, Gustavo Pereira. Uma das hipóteses é de que o homicídio tenha relação com outro episódio ocorrido neste ano, quando foi ateado fogo no apartamento, localizado no primeiro andar do bloco 6 do Residencial Acácia, no bairro Areal. Ao que tudo indica, Fernanda Cardoso foi morta de madrugada, já que por volta das 22h de sexta ainda falou no celular. O telefone da vítima não foi encontrado.

Confecção dos tapetes de Corpus Christi deve iniciar às 5h em Dois Irmãos

Fernanda estava sozinha e nenhum dos vizinhos diz ter ouvido pedidos de socorro. Ao chegar em casa, por volta das 11h, a amiga enxergou o corpo pela janela, solicitou ajuda de vizinhos e a porta foi arrombada. Fernanda estava deitada na cama e tapada. Apesar da cena terrível que encontraram, os amigos acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que constatou a morte. Os filhos de Fernanda, gêmeos de sete anos anos, tinham ido dormir na casa da avó; como de costume em finais de semana. Os pequenos completam oito anos, neste feriado de 20 de junho. Fernanda, que no momento estava desempregada, faria 28 anos em 7 de julho.

* Com informações de O Diário Popular.