Créditos: divulgação

Policiais Civis do Estado do Rio Grande do Sul se reuniram em Porto Alegre, em um protesto contra o pacote de medidas do governador Eduardo Leite, que prevê alterações nas carreiras e na previdência dos servidores públicos estaduais.

Através de assembleia, os servidores da Polícia Civil definiram que entrarão em greve assim que o pacote de medidas seja colocado a votação na Assembléia Legislativa. A previsão é de que seja votado pelos deputados gaúchos na próxima segunda-feira (16). Caso haja adiamento, a greve também será adiada.

A manifestação é organizada pelo Ugeirm, sindicato que representa investigadores, escrivães e inspetores da Polícia Civil. Nas redes sociais, a entidade manifestou a conduta que será tomada pelos agentes de segurança:

Em votação unânime, Assembleia dos Policiais Civis deliberam pela deflagração de Greve contra o Pacote do Retrocesso de…

Publicado por Ugeirm Sindicato em Terça-feira, 10 de dezembro de 2019