Foto registrada pelo prefeito de Ivoti: no Japão, alunos limpam as salas de aula (Créditos: Martin Kalkmann)

Ivoti – O prefeito Martin Kalkmann (PP) retomou os trabalhos como líder do Poder Executivo. A viagem ao Japão durou em torno de 10 dias. Ele não estava sozinho: uma comitiva de políticos também participou do momento, como os deputados federais Marcel Van Hattem e Kim Kataguiri. Os custos da viagem foram pagos pelo consulado japonês.

Em entrevista à Rádio Ivoti, ele contou que nos próximos meses, uma empresa japonesa, que trabalha com segurança, virá ao Brasil e deverá visitar Ivoti com uma tecnologia que pode ser implantada no município. “Eles têm uma lâmpada de LED com câmera de videomonitoramento”, contou ele.

O prefeito e a comitiva também visitaram as escolas. A educação do Japão, na visão dele, é algo a se espelhar, principalmente no que se refere a participação dos pais nas escolas japonesas. “É um país desenvolvido com alto índice de educação. Alguns brasileiros têm dificuldade de inserir os filhos porque não tem o hábito de participar das atividades, que é aquilo que o governo japonês exige”, contou.

LIMPEZA

O prefeito contou que nas escolas japonesas, são os alunos que fazem a limpeza das estruturas. Os alunos mais velhos vão para as salas dos alunos mais novos para fazer a manutenção. “O grande ganho disso é que se valoriza o patrimônio público. Desde pequeno, você fazendo a limpeza, vai criar cidadãos melhores”, destacou.

O prefeito destacou que a participação dos pais e a limpeza são dois fatores que podem ser importados do Japão para Ivoti. “Nós temos uma educação muito boa aqui. Mas claro que podemos conversar sobre isso e implementar por aqui”, disse.

Leia também: 

Direto do Japão: deputado Kim manda recado aos moradores de Ivoti

“Foi um grande desafio” diz Beto sobre ser prefeito de Ivoti por 10 dias