Conecte-se conosco

Geral

Envio da reforma administrativa ao Congresso é “iminente”, diz Bolsonaro

Bolsonaro e Guedes nem live na quinta-feira, 6 (Créditos: Reprodução/YouTube)

Brasília – O governo está na “iminência” de mandar ao Congresso Nacional a reforma administrativa, disse na quinta-feira, 6, o presidente Jair Bolsonaro em uma live nas redes sociais. Ele não mencionou, no entanto, uma data para o envio da proposta. A declaração foi dada ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes, que foi ao Planalto para um encontro não previsto na agenda oficial. Bolsonaro disse que também pretende discutir a reforma tributária com o ministro.

Convidado para participar da transmissão, Guedes disse que pretende seguir com a agenda de reformas e prometeu que o Brasil crescerá em 2020 o dobro de 2019. O Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos) do ano passado só será divulgado em março. O mercado financeiro estima crescimento de 1,17% em 2019 e de 2,3% em 2020, segundo o boletim Focus, pesquisa semanal com instituições financeiras divulgada pelo Banco Central.

“O modelo antigo levou à corrupção na política e estagnação na economia”, disse Guedes. O ministro prometeu diminuir impostos no Brasil, mas somente se as reformas estruturais prosseguirem. “Quando implementamos reformas, o que acontece é isso: com o tempo juros vão descendo, impostos vão começar a cair também”, acrescentou.