Conecte-se conosco

Destaques

Comunidade lota Igreja de 14 Colônias para se despedir de Vovó Helga

Lindolfo Collor – A comunidade não deixou de prestar a sua homenagem a Maria Helga Wust Heinle, a Vovó Helga, figura de forte presença na comunidade colorense que faleceu na tarde deste sábado, 1º.

As dependências da Igreja 14 Santos Auxiliares Baixa na comunidade de 14 Colônias lotaram durante a manhã, todos queriam confortar os filhos de Maria, três personalidade de presença atuante na região: o ex-prefeito Alceu Heinle, a vereadora de Ivoti, Marli Heinle Gehm e a irmã Delci Heinle, ex-secretária do Governo Alceu e atualmente professora do Instituto Ivoti.

Entre os presentes, além de familiares e amigos, muitas figuras de representatividade na região, como o prefeito de Lindolfo Collor, Gilmar de Quadro (Gordinho), seu irmão, o vereador Alcides de Quadro, o presidente do Consepro de Ivoti, Vasco Ribeiro, entre outros.

“Se despediu de forma tranquila”

A previsão é que dezenas de pessoas de toda a região compareçam ao longo do dia para dar um último adeus a Vovó Helga, que tem sepultamento marcado para às 18 horas no cemitério da mesma localidade.

Os três irmãos – Alceu, Marli e Delci – permaneceram o tempo todo ao lado da mãe, sendo abraçados pelos visitantes. O clima era ameno, pois se percebia que todos estavam ali para prestar sua homenagem por alguém muito querida e presente na vida de todos.

A vereadora Marli comentou que a mãe passou mal na manhã de ontem e de imediato foi internada no Hospital de Tramandaí. À tarde, veio a falecer. “De forma muito tranquila e sem dor”, assegurou Marli.

Vó Helga tinha 86 anos e há alguns anos já não se locomovia sem uso de cadeira de rodas. No entanto, era ainda muito ativa e gostava de participar da vida da comunidade e ir à praia. “A saúde dela melhorava muito quando estava próxima ao mar. Todo ano nós íamos com ela. Ela ainda fazia parte do grupo de senhoras de Lindolfo, no últimos anos com uma participação menor, mas nunca deixou de ser ativa”, apontou Marli.

Professora desde sempre e enfermeira ocasional, Maria Helga Wust Heinle, foi criada na localidade de 14 Colônias, onde a família já residia anteriormente e administrava um pequeno armazém, em uma época em que Lindolfo Collor pertencia a São Leopoldo.