Estância Velha – A mãe de Davi dos Santos Mello, 20 anos, não teve qualquer dúvida quando viu as imagens das câmeras de segurança e confirmou à polícia que um dos autores do latrocínio, que vitimou os empresários Leomar Canova e Luiz Fernando Canova (pai e filho) era o seu filho.

De acordo com o delegado Márcio Niederauer, a mulher agiu “muito naturalmente” ao reconhecer o filho. O depoimento dela foi determinante para a elucidação do crime e trouxe mais segurança à polícia formalizar os pedidos de prisão de Davi e Rafael.

A polícia também ouviu os pais de Rafael Domingues, contudo, ambos negaram a participação do filho no assalto que terminou em morte. “Negaram e tentaram dizer que ele estava em um determinado local, o que não se confirmou”, revelou Niederauer.

O delegado relatou, apenas, que a mãe de Rafael admitiu que o rapaz é ligado ao tráfico de drogas na Vila Brás, em São Leopoldo, informação que a polícia já sabia por outros testemunhos.