Ladrões flagrados fugindo após três arrombamentos no mesmo bairro (Cred. Reprodução)

Dois Irmãos – Um trabalho conjunto entre Polícia Civil e Brigada Militar identificou um acusado de ter participado do arrombamento de quatro residências entre os meses de abril e maio em Dois Irmãos. Ele tem 22 anos e reside em São Leopoldo. Segundo a investigação, ele participou de três arrombamentos ocorridos no bairro Moinho Velho, no dia 29 de maio, e outro no Centro, no dia 23 de abril. Os agentes da delegacia chegaram até ele através de imagens de câmera de segurança e informações compartilhadas com a Brigada Militar. Em um dos arrombamentos ocorridos na tarde do dia 29, as câmeras da cidade flagram o acusado fugindo pela Av. João Klauck para a BR, em veículo Astra Sedan Advantage, vermelho, furtado da residência. Juntamente com o Astra, aparece um Fiesta de São Leopoldo logo à frente, também dirigido por outro criminoso. Desde o dia 29 de maio, a polícia estava monitorando e buscando informações para chegar na identificação.

No último dia 27 de junho, o Fiesta de São Leopoldo foi abordado pela BM na Av. João Klauck, em atitude suspeita. O acusado identificado estava na carona e foi flagrado com chaves de fenda e chave micha. Conduzida à delegacia, a dupla prestou depoimento. O rapaz 22 anos confessou os arrombamentos, mas não indicou quem dirigia o Fiesta no dia dos três arrombamentos, em maio. Após os esclarecimentos, foi liberado. “naquele momento em que foi abordado pela BM, não havíamos como configurar um flagrante de crime que justificasse a sua prisão”, explicou um policial. O veículo, no entanto, ficou apreendido. O prejuízo às vítimas nos quatro arrombamentos foi de R$ 15 mil.

“Dois Irmãos não deve servir de atrativo para criminosos”

O acusado será indiciado por furto qualificado. Ele já tem antecedentes criminais por furto de veículo, furto em estabelecimento comercial, furto e roubo à residência, receptação de veículo, resistência e incitação ao crime. Os esforços da polícia, agora, será para identificar o comparsa e o destino dos objetos furtados. “Dois Irmãos, por ser uma cidade pacata e ordeira, não deve servir de atrativo para que alguns criminosos tenham a falsa sensação de que podem praticar impunemente seus delitos pela região”, ressaltou um dos investigadores.