População ficou envolta dos caminhões durante combate às chamas (Cred. Cleiton Zimer)

Dois Irmãos – O desfecho do incêndio na garagem de um edifício residencial foi a melhor maneira possível, aliada a compaixão de vizinhos que auxiliaram foram os pontos positivos da ocorrência. Porém, como tem acontecido em diversas situações mais graves, principalmente em incêndios e acidentes de trânsito, moradores começaram a se aglomerar no meio da rua e na saída do portão do prédio.

Essa aglomeração acaba prejudicando o trabalho dos bombeiros e coloca em risco também a vida de quem está assistindo de perto. Logo que chegaram, os bombeiros se depararam com muita gente, porém, a principal preocupação era conter o incêndio, entrar o mais rápido possível na área atingida para evitar um caos maior. Muitos moradores estavam filmando e fotografando no local, sem se preocupar em se afastar e deixar o trecho livre para o trabalho. Quando o último dos três caminhões de bombeiros chegou, foi necessário ficar pedindo “licença” para as pessoas saírem. “Isso foi algo que nos revoltou. A polícia deveria ter isolado e as pessoas não tinham que se aproximar para atrapalhar ou colocar a própria vida em risco. Estávamos ali desesperados com tudo que acontecia e tivemos que ver pessoas fazendo ‘selfie’ ou mais preocupadas com filmagem. Isso foi triste de ver”, disse uma das moradoras do prédio.