No corredor, a hóspede da clínica, Wally Becker Kaohler, 91 anos, caminha ao lado da enfermeira Evânia Freitas, apoiando-se nas barras fixadas na parede.

As mudanças e adaptações em imóveis para aumentar a acessibilidade de pessoas idosas têm crescido no mercado. Isso acontece porque construtoras e arquitetos passaram a dar atenção para a necessidade de modificações voltadas para melhorar as condições de acesso de pessoas com mobilidade reduzida. Administradora da Geriatria Viver Bem, Nair Andrade observa que oferecer acessibilidade à terceira idade garante melhor qualidade de vida. Salienta que em uma casa com moderadores da terceira idade é importante o suo de pegadores/barras no banheiro, manter o ambiente organizado, ter corrimão de apoio nos corredores e substituir degraus de escadas por rampa de acesso.

“Podemos melhorar a rotina da melhor idade nos ambientes da casa como manter o banheiro seco, para evitar quedas, excluir o uso de tapetes e, caso seja necessário, utilizar tapetes de borracha e fixados no piso”, opina. Outra dica importante da profissional é fazer uso de órteses como bengala, muleta ou andador, caso haja necessidade de locomoção. “Ressaltamos ainda a importância do uso de calçado apropriado”, destaca a responsável técnica pela casa, enfermeira Joslaine Pires.

O banheiro e o quarto, por exemplo, precisam de algumas soluções diferentes das convencionais para um idoso poder viver diminuindo o risco de acidentes domésticos.

Facilitar a rotina

Na Viver Bem, várias melhorias foram implementadas para facilitar a rotina dos moradores, a maioria acima de 60 anos. No banheiro há um prolongador do vaso sanitário, que o deixa mais alto, facilitando o acesso; instaladas barras de segurança para apoio na hora do banho, entre outras; no corredor, foram instaladas barras de apoio; em outros ambientes onde haviam escadas, estas foram substituídas por rampas emborrachadas, para evitar escorregões. As portas de alguns quartos são de correr, as janelas receberam grades.

Dicas e soluções para o dia a dia

Veja outras dicas para facilitar a rotina de quem já está na melhor idade: o quarto deve ficar no térreo e deve ter fácil acesso ao banheiro; Altura da cama: entre 45 a 50 cm, para que se possa ficar sentando apoiando os pés; Criado mudo: 10 cm mais alto que a cama, bordas arredondadas e fixo, ele servirá como apoio para levantar; Deixe sempre a mão: lanterna, telefone, água, remédios, controles; Poltronas são importantes para facilitar para calçar meias e sapatos e deve ter de 45 a 50cm de altura; Use interruptores que se iluminam no escuro; no banheiro, calcule a dimensão do box sempre para duas pessoas, assim facilita caso precisar do cuidador; piso: antiderrapante; suportes e corrimões laterais no box, perto do vaso, entre outros.