Conecte-se conosco

 

Colunistas

O rapaz que atorou o poste de concreto teve mais sorte que juízo

É bem verdade que não havia bebido, o que é raro num jovem de 18 anos e à meia-noite. No entanto, o que impressiona foi a velocidade em que se encontrava. Na terça-feira todas as grandes redes de televisão entraram em contato conosco por causa do vídeo do acidente. Um negócio realmente impressionante. O que não faz um air-bag. Depois dizem que os carros antigos eram seguros só porque eram feitos de lata reforçada. Hoje em dia os carros são quase que de plástico, mas eles têm itens de segurança como o air-bag que são impressionantes. O cara não se machucou apesar do baque contra um poste de concreto.

DIFERENÇA

Vocês notaram a diferença entre a iniciativa privada e o poder público. Prá construir a casinha do Papai Noel na Praça Concórdia o pessoal da Prefeitura leva 3 dias. Prá desmontar a estrutura do kerb em anos anteriores levavam 3 dias. Este ano que o kerb foi terceirizado o trânsito na avenida foi liberado ainda na tarde de segunda-feira. A propósito, a Prefeitura fez um bom negócio. Vendeu o kerb por um bom valor, se não me engano 90 mil e quase não gastou nada. Ou seja, em vez de gastar 200 mil, deve ter ficado no azul porque os gastos da Prefeitura não devem ter chegado a 90 mil. É uma diferença e tanto.

SÁBADO

Sábado tem mais, com a realização do kerb na praia de Tramandaí Sul. O kerb na praia é como se fosse um kerb de verdade. Tem o rei e rainha do kerb, serão distribuídos este ano 2.500 espetinhos de carne, uma banda vai tocar e sai a dança da polonaise. A festa cresce a cada ano. A partir do ano que vem, se for criada a Associação que está na ordem do dia, o kerb da praia poderá ser incorporado ao kerb de Ivoti.

ACREDITAR

Quem se mete a este tipo de negócio, eventos, por exemplo, tem que estar ciente de que pode obter bons resultados ou não. Tudo depende de vários fatores. O sucesso vem se você trabalha para alcançar ele, tem objetivo bem claro e trata de fazer tudo para agradar o público. É claro que tudo depende dos investimentos como qualquer outro negócio. O que sinto no poder público, por exemplo, é outro sentimento. O propósito de obter bons resultados e, consequentemente, lucro maior ou no mínimo não ter prejuízo, ali não está presente. No poder público este espírito de fazer a coisa bem feita e obter resultados, por exemplo, muitas vezes não está presente. Tudo depende também do gestor, aquele que está à frente. Em Santa Maria do Herval, por exemplo, há uma clara disposição para obter o máximo de resultado da Festa da Batata. E o resultado aparece a cada ano. O lucro da Festa da Batata não é pequeno. O poder público e a comunidade se envolvem e as coisas acabam acontecendo. Aqui falta alguma coisa que não sei o que é, mas não sinto esta vontade clara e manifesta. Daí a necessidade da criação de uma entidade privada aos moldes da de Igrejinha. Bola pra frente.