Vamos criar uma marca, uma grife para nossos produtos, como “Produzido em Dois Irmãos”?

Você sabia que nos EUA tem uma cervejaria que se chama Two Brothers (Dois Irmãos, em inglês). Se não me engano, é na região de Chicago!

EXEMPLO DO VINHO

– Para finalizar o assunto de ontem, onde citamos sobre o peso (na economia) que a cerveja artesanal pode ter para nossa região alemã, comparando ao peso que o vinho representa na região italiana de Bento e Garibaldi, gostaria de trazer um exemplo…
– Até pouco tempo atrás, em Gramado e Canela existiam poucas, ou quase nenhuma vinícola. Talvez apenas a Jolimont, de maior expressão. Mas o que aconteceu, tamanha a procura destes turistas, digamos desavisados?
– Fez surgir o setor de vinícolas em Gramado. Hoje são várias, como a Ravanello, a Stopassola, a Masotti, a Casa Seganfredo, entre outras. E a grande maioria sequer produz uva aqui, a não ser a Jolimont e mais uma ou outra, pois as demais trazem a uva (ou o próprio vinho) de Sentinela do Sul ou de Bento e Garibaldi. Viu só?

PROVOCAÇÃO

– Então, ao falar em vinho, uva e cerveja (artesanal) e em tudo o que eles trazem consigo, além de um turista (certamente mais gastador) e o conceito, que tal se Morro, Herval (e Dois Irmãos), com todo o leite que produzem, em vez de simplesmente venderem leite, tivessem um selo e se fizessem queijos?
– E que tal a nossa cuca ter uma marca – como o “queijo minas” tem ou como o “chocolate ou os móveis de Gramado” têm – que a diferenciasse? Assim como o nosso chocolate caseiro tem um nome respeitado!?
– É cedo, talvez, na cabeça de muitos, mas eis aqui uma sementinha “para perturbá-los” em suas reflexões futuras…

PENSAR GRANDE

Enfim, ousaria sugerir que se criasse uma marca, um selo, seja local ou regional, para nossa cerveja artesanal, para nossos queijos, para nossos móveis e esquadrias, para nossos biscoitos e chocolates? Que tal uma grife no estilo “Produzido em Dois Irmãos”, ou “Produzido em Morro Reuter/Herval”? Isso não agregaria valor?

PICANTES

– Prefeita Tânia e mais duas assessoras viajaram à Alemanha, assim como a Curto Arte está levando uma comitiva cultural sua.
– Está circulando nas redes sociais uma suposta notícia acerca do ISEV e a construção “das quatro paredes” do futuro Postão. Por que “suposta notícia”? Enfim, é bem curiosa, afinal, não estamos em ano eleitoral…
– Afinal, como está a CPI do Hospital/ISEV?
– Dia 26 tem a 5ª Cãominhada de Dois Irmãos, promovida pela Associação dos Amigos dos Animais. Parabéns!
– Por falar nisso, a divulgação de que a Prefeitura está destinando R$ 90 mil à associação tem dado o que falar nas redes sociais. Como pode?
– A mensagem positiva do dia, na Semana da Boa Sorte, de Álex Rovira Celma: “Se você deixar para amanhã o traalho que precisa ser feito, a Boa Sorte talvez nunca chegue; e, criar as condições favoráveis, requer dar um primeiro passo”, então, faça isso hoje mesmo, saia da teoria, saia do papel e parta para a prática…