Inter treinou ontem no gramado sintético do Athletico-PR (Créditos: Ricardo Duarte/Internacional)

O Internacional, aos poucos, se adapta ao gramado sintético da Arena da Baixada, em Curitiba, onde nesta noite, às 21h30, começa a decidir o título da Copa do Brasil. A partida é diante do Athletico-PR. O clube gaúcho, porém, salienta não querer que o campo artificial pese na decisão, e sabe que o adversário já é experiente neste tipo de piso.

Ontem, o goleiro Marcelo Lomba deu algumas pistas de como o Inter pretende surpreender o Furacão. “Temos que estar preparados para marcar ou atacar, porque não podemos abrir mão de jogar. Sabemos como eles jogam, conversamos hoje. É um time muito forte e temos que neutralizar isso para colocar nosso futebol em prática”, disse.

Ainda segundo ele, o clube vai “colocar o coração” nesta final. “Respeitamos o adversário mas sabemos que vale muito. Sabemos quanto suor nós demos para estar aqui. É um grande objetivo nosso”, comentou Lomba. O Inter, afinal, está há 27 anos sem vencer a Copa do Brasil, e retorna a uma final da competição após uma década.