Morador falou na tribuna da Câmara de Ivoti sobre o projeto da causa animal (Créditos: Ana Veiga)

Ivoti – A fala de um morador na sessão da Câmara segue dando o que falar. Rodrigo Auler foi defender o projeto que trata sobre políticas públicas para os animais. A sugestão de dois vereadores poderá ser votada na próxima semana.

Durante a sua fala, o morador explicou que o projeto não é inconstitucional. Ele também disse que alguns vereadores criticam, mas não apresentam contraponto. “Vale o debate, ficar até o final da sessão e apresentar mudanças. Semana passada, passou um vereador e só disse que no bairro dele tinha dois ou três animais, e se o projeto fosse aprovado, teria muito mais. Mas por que? Ele não quis saber do nosso lado, entender o projeto. Às vezes, falam aqui sem conhecimento algum, como se não tivesse lido”, disse ele.

A presidente da Câmara, Marli Heinle Gehm, interrompeu a fala do morador e disse que ele estava ofendendo os vereadores. Ela pediu que Auler respeitasse o Legislativo. Houve, até mesmo, um bate-boca entre plateia e a presidente. Por isso, a sessão precisou ser interrompida por cinco minutos até que os ânimos se acalmasse.