Segundo a polícia, homens presos tinham algum vínculo com as crianças. (Créditos: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil prendeu três suspeitos de abusar sexualmente de crianças, em Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre, na manhã desta quinta-feira (25). A operação de combate à pedofilia, violência sexual e estupro de vulnerável tem quatro mandados de prisão preventiva e outros quatro de busca e apreensão.

Um suspeito ainda não foi localizado. De acordo com a polícia, foram quatro meses de investigação.

Na época dos crimes, as crianças tinham entre 8 e 12 anos. Segundo o delegado Mario Souza, as vítimas são três meninas, uma de 11 anos e duas de 10 anos, e um menino de 10. Os abusadores foram identificados como pais, padrastos ou pessoas próximas da família.

“Todas elas tinham algum vínculo com os presos na operação. Em um dos casos, os abusos sexuais duraram mais de dois anos”, informou o delegado.

A delegada Luciane Bertoletti salienta que esse tipo de crime acontece, na maioria das vezes, dentro de casa ou no circulo de amigos, vizinhos e parentes, o que torna a comunicação e a investigação mais difícil.

“Todos nós podemos combater os crimes sexuais e ainda mais quando estamos diante de abusos praticados contra crianças”, acrescentou o delegado Mario Souza.

Fonte: G1