Conecte-se conosco

 

Estado

Agricultor mata dois assaltantes e é preso por porte ilegal de arma

Um agricultor, de 29 anos, foi preso por porte ilegal de arma nesta quinta-feira (16), após matar dois criminosos que tentavam assaltá-lo durante uma falsa venda de um trator que o homem pretendia comprar.

O caso aconteceu durante a manhã, quando o agricultor, que é natural de Carazinho, na Região Noroeste do Estado, teria ido a Pelotas, na Região Sul. Ele teria negociado pela internet com os falsos vendedores, a compra de um trator.

O agricultor teria encontrado um dos criminosos em um posto de combustíveis e, na sequência, o outro. No momento em que o segundo suposto vendedor embarcou no carro, o assalto teria sido anunciado. A vítima foi amarrada e colocada no banco traseiro do próprio veículo, uma caminhonete Nissan Frontier branca, com placas de Carazinho.

Durante o trajeto, o homem relatou aos assaltantes que não estava se sentindo bem. O motorista teria parado o veículo. O agricultor conseguiu se desamarrar, sacou uma pistola, atirou na cabeça do criminoso que estava no banco do carona e, em seguida, no condutor.

A polícia foi acionada e o homem ouvido. Ele teria sido revistado pelos criminosos, mas eles não perceberam a arma. A ocorrência das mortes ficará com a DHPP que deve comprovar a legítima defesa. Já o roubo, ficará com a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), que irá apurar se há outras pessoas envolvidas no caso. A identidade dos assaltantes mortos não foi informada.

Após ser preso por porte ilegal de arma, o agricultor acabou sendo liberado mediante o pagamento da fiança, no valor de R$ 500,00. A arma está legalizada.

Fonte: Diário Popular