Conecte-se conosco

Aniversários

Gilnei Capeletti: “Santa Maria do Herval representa a minha casa, minha família, minha vida”

11/05/2020 - 10h33min

Atualizada em 12/05/2020 - 10h39min

Gilnei é vice prefeito e também secretário de Obras de Santa Maria do Herval (FOTO: Cleiton Zimer)

Santa Maria do Herval – Gilnei Capeletti ressalta que Santa Maria do Herval é o município que escolheu para viver e, assim, se diz sentir honrado e emocionado “pela confiança e carinho dos hervalenses”.

Ele destaca que ser vice-prefeito e responder pela secretaria de Obras é seguir atento ao lema escolhido na campanha. “Fazer mais, fazer por todos”, afirma, explicando que dessa forma a Prefeitura tem um secretário a menos para pagar. “Com esse valor pode realizar outras obras e investimentos. Hoje, o salário de um secretário no município é maior que o do vice prefeito, mas eu optei pelo menor salário”, contou.

Gilnei afirma que a Secretaria de Obras tem um diferencial em relação às demais. “A cobrança em cima do setor é sempre maior e mais polêmico. Quando acontece algum problema dentro das outras secretarias ele não se torna tão visível e não se alastra de forma tão ampla, mas se tiver um buraco na rua todos veem, todos cobram, todos condenam”, explica, ressaltando que são no total de 627 quilômetros de estradas para manter, mais o abastecimento de água e toda a rede de iluminação pública.

Ele conta que as principais dificuldades que o município está enfrentando, nesse momento, são em decorrência da longa estiagem, que acarretam em grande falta de água para o município. “É triste ver grande parte dos hervalenses sem água para o consumo próprio e também para os animais. A cada dia às máquinas trabalham a todo vapor abrindo poços nas propriedades, é uma luta e um sofrimento diário. O nosso caminhão pipa está dia e noite e finais de semana na rua levando água para abastecer a população. Nunca antes passei por isso e está sendo muito difícil”, lamenta.

Gilnei destaca que uma das principais conquistas “é reconhecimento da maioria da população que se mostra contente e satisfeita com a manutenção e recuperação das estradas do município, pois essa era a principal reinvindicação quando fui candidato. Além, claro, de outras conquistas não menos importantes, como a nova saibreira de Morro dos Bugres Baixo, a aquisição da escavadeira hidráulica, as pavimentações e as construções de praças”, disse Gilnei.

Quanto ao aniversário de 32 anos de emancipação política, Gilnei enfatiza que “Santa Maria do Herval representa a minha casa, minha família, minha Vida. Cidade de um povo alegre, trabalhador e que sabe acolher. Uma cidade de muitas belezas naturais. Me sinto feliz e realizado junto com todos os hervalenses por fazer parte dessa história. Parabéns Santa Maria do Herval pelo seu aniversário”, concluiu.

Cinco eleições seguidas

A história política de Gilnei começou em 1993, aos 22 anos, quando se filiou ao PT fazendo parte do partido por 26 anos, se filiando ao MDB no ano passado. Em 2000 concorreu pela primeira vez a vereador, mas não conseguiu se eleger devido à legenda, apesar de ter sido o mais votado do partido. “Aquela eleição foi uma campanha diferente, pois havia candidato único para Prefeito e meu partido não estava coligado com essa majoritária, então fizemos nossa campanha órfãos”, disse Gilnei.

Gilnei em 2004, quando candidato a vereador (FOTO: arquivo pessoal)

Em 2004 novamente se candidatou, ficando como suplente, mas, dessa vez, sua coligação venceu e, nesse período, assumiu a Secretaria de Agricultura. “Acrescentei assim, mais uma experiência na minha vida”, contou. Em 2008 se candidatou a vereador novamente e, dessa vez se elegeu. “Fui o candidato mais votado da nossa coligação, porém, a majoritária da qual eu fazia parte perdeu a eleição”, explicou. A mesma situação se repetiu em 2012.

Após oito anos como vereador, em 2016 se elegeu vice-prefeito de Herval ao lado de Mara Stoffel.

Conteúdo EXCLUSIVO para assinantes

Faça sua assinatura digital e tenha acesso ilimitado ao site.