É hoje a reunião dos moradores do Bairro Jardim Arroio das Pedras para adesão a pavimentação comunitária

O encontro ocorre às 19h na Câmara de Vereadores. São eles os moradores das Ruas Azaléias, Violetas e Hortências. Enfim, o tão sonhado asfalto está chegando a estes que há décadas esperam pelo benefício e querem sair da poeira. De acordo com a Prefeitura Municipal, são 46 famílias beneficiadas.

FLORESTA

Foi anunciado na abertura da Feira do Livro. O Bairro Floresta é o próximo a ganhar asfalto. Esse é o propósito da Rua Travessão. O empresário Ricardo Fritsch, que possui uma cervejaria no bairro, conseguiu uma emenda de R$ 250 mil com o deputado Ervino Bohn Gas. De acordo com o prefeito Daniel Rückert, a Caixa Econômica Federal anunciou o empenho do recurso. Ótima notícia para o bairro que é um dos que aguarda ansioso pelo progresso.

OCKTOBER FEST

O anúncio do empenho dos R$ 250 mil ocorreu uma semana antes da Ocktober Fest da Cervejaria Steinhaus. Essa ocorre final de semana no Bairro Floresta, na sede da cervejaria. Não tenho dúvida que a cervejaria já representa muito para Picada Café e com o tempo, com a chegada do asfalto, vai crescer e se desenvolver cada vez mais.

ACESSO

O bairro Floresta possui um problema grande: o acesso. Ele é feito por estradas pequenas e sem opção de alargamento. Ainda há um armazém com décadas de história e este precisa de estacionamento. Os mais antigos afirmam que havia planejamento de fazer outro acesso. Mas esse ficou só na promessa. Isso é mais que certo. Quando não se planeja, a sociedade paga num todo no futuro. Mas não dá para deixar como esta e é preciso analisar possibilidades. Hoje nem todos os terrenos do bairro estão pavimentados, o que quer dizer que ainda pode ser feito algo.

BELA VISTA?

Há uns anos se falava em interligar o Floresta com o Bairro Bela Vista. Poderia ser uma opção. Embora que não sei se os donos destas terras aceitariam. Primeiro porque o Bela Vista tem acesso único e a comunidade vive tranquila, sem grande fluxo de veículos e pessoas estranhas. Uma vez sendo acesso ao Bairro Floresta, esta tranquilidade acabaria. E as pessoas analisam isso. Embora que o progresso requer ações mais pontuais e para o bem comum.

AÇÃO POLICIAL

O que falar da ação policial em mercados e pontos onde eram produzidos embutidos. Só temos a lamentar, afinal, são trabalhadores que lutam para sobreviver e sustentar suas famílias. Mas os comentários nas redes sociais mostram que a população reprime a ação e principalmente, o desperdício da comida.

SELO

Ouvi falar que mercados tiveram alimentos apreendidos porque não tinham um selo que autorize a colocar carne temperada. Esse selo era comum quando ainda tínhamos um abatedouro de frango em Joaneta. Acho que cabe aos mercados se unirem na luta e exigirem do Poder Público que consigam o documento. Uma coisa é certa. A população não deixará de comer carne em função desta ação. Cabe aos estabelecimentos se adequarem a lei e seguir oferecendo produtos de qualidade, dentro das exigências da lei.